o rpg em quadrinhos dos alumni

Uma vez Inko, sempre Inko
Copa das Casas Logo_edited.jpg

Depois que você termina seu primeiro semestre no Inko, é possível participar da famosa Copa das Casas. A copa é um grande RPG em quadrinhos feito por rodads, onde grupos de artistas competem para criar uma história dentro do mundo fantástico do Inko.

Todo mundo que passa pelo Inko vai fazer parte de uma das três casas do curso: Dezajno, Akvarelo ou Farbo. Cada uma delas possui um líder e um vice-lider e eles são os responsáveis por coordenar o torneio. Todo mundo trabalhando no projeto é voluntário e está aqui para se divertir, praticar, fazer parcerias e melhorar o portfólio.

O mundo da Copa das Casas se modifica a cada rodada, de acordo com as histórias vencedoras e que se tornaram canônicas no mundo do Inko. Em breve, todas as histórias (canônicas e apócrifas) estarão disponíveis para leitura pública.

Esse é o mundo da Copa até agora. Esses mapas são atualizados a cada rodada para representar as mudanças causadas pelos autores. Você pode ver o mapa político em alta aqui e o mapa geográfico em alta aqui. Estamos na Temporada 1 - Rodada 2.

Mapa da Copa - Geográfico.png
Mapa da Copa - Político.png

Pra quem está curioso como esse grande torneio funciona, aqui seguem as regras gerais. 

​​

  1. Cada temporada do torneio terá duração de três rodadas.

  2. Cada rodada funcionará em quatro meses: três meses de produção, duas semanas de avaliação dos finalistas e mais duas semanas de preparação para a rodada seguinte.

  3. Cada rodada elegerá três histórias canônicas, uma de cada casa.

  4. Cada casa deve apresentar pelo menos duas histórias para competir naquela rodada. Três histórias por casa é o ideal.

  5. As histórias vencedoras de cada rodada se tornam canônicas do mundo do Inko. Elas serão publicadas digitalmente e eventualmente, impressas.

  6. As histórias não-canônicas também serão publicadas digitalmente. Elas são chamadas de apócrifas.

  7. Os autores são donos dos direitos das histórias e seus personagens.

  8. Os critérios de seleção para as histórias canônicas são 1. Qualidade técnica 2. Coerência narrativa com o resto do mundo 3. Uso criativo das dinâmicas das casas e seus persongens.

  9. A coordenação e cobrança das histórias será feita sobre os líderes de cada casa. Eles são responsáveis por manter a coesão das equipes e incentivar a produção, como editores do projeto.

  10. Cada equipe deve ter pelo menos um ex-aluno do Inko. As histórias de cada casa devem ter pelo menos um membro daquela casa na equipe.

 

Essas são as regras do torneio, agora vamos para as regras dos quadrinhos em si.

  1. Todas as histórias devem ter seis páginas.

  2. Todas as histórias precisam ser coloridas.

  3. As páginas devem ser pensadas para o formato de publicação 16x23, no modelo fornecido pelos líderes. Esse modelo inclui sangrias e margens que devem ser respeitadas.

  4. Não existe limitação quanto à técnicas. Pode-se usar ferramentas digitais, tradicionais, colagem, fotografia, modelos 3d... Desde que o resultado final tenha qualidade, não existe determinação para a forma de produção.

  5. Plágio, se encontrado, desclassifica toda a equipe instantâneamente.

  6. Nudez e gore não serão permitidos.

  7. Glorificação de violência e discursos de ódio também não serão permitidos.

  8. Cada história deve focar em um território. Esse território pode ser em qualquer lugar do mapa, exceto se for sobre invasão e relação bélica entre as casas. Nesse caso, a história deve focar em um território adjacente para ser conquistado.

  9. Todas as histórias devem levar em consideração as histórias canônicas publicadas anteriormente e suas implicações.

 

Além disso tudo (eu sei que parece muito mas vai fazer sentido), cada autor deve inscrever um avatar para participar da copa. Ele é um personagem da sua respectiva casa que vai participar ativa ou passivamente das histórias.